sábado, maio 28, 2011

Consulta ao obstetra

Até hoje não tive paciência para contar como foi nossa primeira consulta, mas aí vai:

Ele é adepto ao parto normal (sonho porque aqui os médicos fazem cesáreas como quem compra carne no açougue), de cara já me deu o número do celular para que eu ligue a qualquer hora, conversou sobre tudo, explicou alguma coisa sobre amamentação, e eu, lógico, levei um caderninho com todas as minhas dúvidas. Ele gostou do caderninho e disse que a cada consulta eu voltasse com mais dúvidas.

Aqui foram as que eu fiz nesse primeiro contato:

  • Devo tomar a vacina contra a gripe (na época da campanha)?
Sim. É para gestantes e não tem perigo.
  • Já posso fazer atividade física?
Ainda não. Melhor esperar para depois do terceiro mês.
  • Estou numa crise alérgica e esses são os remédios que estou tomando. Tem algum problema?
O seu dermatologista sabia que você está grávida quando receitou os remédios? Então não tem problema.
  • Como é a preparação para o parto normal?
Quando você estiver com sete meses, começaremos as séries de exercícios específicos para o seu corpo se preparar para o parto normal.
  • Marido e eu podemos continuar com “nossas atividades”?
Sim, não tem problema nenhum.
  • Minha mãe está preocupada porque eu sempre tenho crise de espirros (acima de três, sempre). Tem algum problema?
Não, isso não tem nada a ver com a gravidez.
  • O que eu devo mudar na alimentação?
Nada de embutidos.  Você sabia que refrigerante também é embutido? Nada de fritura, doces, gorduras, enlatados... quando mais viva a sua alimentação, melhor.
  • Posso fazer a dieta do glúten (eu estava com suspeita de intolerância, mas graças a Deus o exame deu negativo)?
Pode, não faz tanta diferença a ingestão dessa enzima.
  • Tenho algumas cólicas fracas na região da pélvis, isso é normal?
Sim, é o seu útero dilatando para acomodar o bebê.
  • Quais os exames que devo fazer? Já posso fazer uma ultrassom?
Glicose, toxoplasmose, HIV, hemograma completo, rubéola, citomegalovírus, HCV, antígeno Austrália e urina. Em relação a ultrassom, não vou pedir agora porque ainda tá muito pequenininho e não vai dar para ver. E não pode fazer muita ultrassom porque faz mal o bebê.
  • Tenho preferência pelo parto normal. E o senhor?
Claro. Eu não concordo com a cesárea desnecessária. Se antigamente toda mulher tinha parto normal porque hoje não tem mais? A gente vai fazer tudo para isso através do acompanhamento mês a mês. E lá no hospital tem uma sala de parto humanizado que você vai gostar muito (o meu sonho era ter meu bebê num local assim). Durante o parto você vai ter acompanhamento de um psicólogo, um fisioterapeuta (para fazer as massagens e trabalhar na bola) e o meu. Sua família toda pode ficar lá na sala. Tem também a bola, a escada, o aparelho para o parto de cócoras e a banheira (eu prefiro na banheira, mas Deus é que vai escolher).
  • Caso eu fique resfriada, como devo tratar?
Muito suco com frutas que tenham vitamina C e Paracetamol.
  • Tenho sentido uma dor fina entre os seios. É normal?
Já? Isso não era para ser agora não, mas é normal sim.
  • E uma sensação diferente no seio esquerdo. O que é isso?
É o seu organismo se modificando com a presença do bebê.

Isso foi só a primeira consulta. Assim que saí do consultório, já comecei a anotar mais dúvidas.

Um comentário:

  1. Oi Marthinha!
    Olha, eu estranhei seu médico nao pedir uma ultrassom. Eu com 10 semanas já sabia até o sexo do meu bebê..rs ( claro, fiz sexagem fetal), mas todo médico recomenda fazer uma ultra antes das 12ª semana, para ver se o saco gestacional está no lugar certo, se está fixado corretamente, se não é uma gravidez nas trompas, enfim, e vc com 10 semanas dá pra ouvir o coraçãozinho que é uma delícia!! Pede pra ele sim.
    Sobre fazer mal ao bebê ultrassom, vários artigos reprovam essa tese...procure no google algo sobre.
    Um beijo

    ResponderExcluir

Amo quando você comenta aqui no meu cantinho!!!