segunda-feira, junho 06, 2011

12ª semana

Como você está:Seu útero começa a ficar mais exposto e aparente, já que deixa a parte interna da bacia para ocupar a parte superior da pelve (alguns centímetros abaixo do umbigo). Se até agora você não comprou roupas de gestantes, é hora de se entregar a elas. É provável também que você comece a experimentar certo inchaço (especialmente nos períodos de calor), já que há um grande aumento de líquido circulando em seu corpo. Para melhorar este aspecto, submeta-se regularmente à drenagem linfática, massagem que ajuda o corpo a eliminar o excesso de líquido.

O que está acontecendo com o bebê: O feto já se parece com um bebê, mesmo tendo algumas peculiaridades. Sua testa é larga, seu queixo e seu nariz ainda pouco proeminentes. Os olhos estão formados e as pálpebras estão em desenvolvimento. Olhos e orelhas ficam próximos do local definitivo. O bebê já reage a estímulos externos, mudando de posição em resposta a uma eventual pressão feita na barriga da mãe. No ultra-som, é possível observá-lo chupando o dedo. 


Falso ou verdadeiro? Grávida não pode tirar raio X porque prejudica o bebê.
VERDADEIRO: no primeiro trimestre, esse exame pode provocar más-formações no bebê ou até mesmo aborto. No segundo e terceiro trimestres, deve-se evitá-los tanto quanto possível.

O bebê chora e ri no útero.
EM TERMOS: ainda não se chegou a uma conclusão sobre o que significam as expressões faciais do feto.

Pequenos tombos e escorregões raramente apresentam riscos para o bebê. VERDADEIRO: não se pode esquecer que o bebê está muito protegido na bolsa.

É dia de ultra-som Entre a 10ª e a 14ª semana de gestação, é feito um ultra-som que, entre outras coisas, ajuda a estimar a data provável do parto, determina o tamanho do bebê e da placenta e mede a translucência nucal do bebê, um líquido que, em determinadas medidas, indica maior ou menor probabilidade de ele ter síndrome de Down. Independentemente do aspecto funcional do exame, o dia de fazer o ultra-som é sempre aguardado ansiosamente pelas gestantes. Afinal, é quando podem ver o bebê no útero. O exame funciona por meio de ondas sonoras de alta freqüência, inaudíveis para o ser humano. Um sensor passado por cima da barriga (ou dentro da vagina, no início da gravidez) emite ondas de ultra-som que encontram o feto e produzem ecos, transformados em imagens numa tela de TV. As ondas não fazem mal para o bebê. Se realizado depois da 12ª semana, o exame pode ainda permitir que o sexo do bebê seja identificado.



Fonte: Crescer

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amo quando você comenta aqui no meu cantinho!!!